Seguro obrigatório indeniza milhares de vítimas todo ano

Cobertura é nacional e abrange morte, invalidez permanente e gastos médicos comprovados de todos os envolvidos no acidente

Documento seguro dpvatCentenas de acidentes acontecem no trânsito todos os dias no Brasil. Só no primeiro semestre deste ano foram pagas 25 mil indenizações por morte, 250 mil indenizações por invalidez permanente, e 55 mil pessoas receberam reembolso por gastos comprovados com despesas médicas decorrentes de acidente de trânsito pagas pelo Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT), que existe desde 1974, mas, ainda grande parte das pessoas simplesmente desconhece esse direito.

O DPVAT é um seguro obrigatório, que deve ser pago anualmente pelos proprietários de veículos automotores, e é condição para a liberação do licenciamento do veículo. Mais do que uma taxa, o seguro obrigatório é a fonte de recursos utilizada para amparar as vítimas de acidentes envolvendo automóveis em todo o território nacional, seja ela pedestre, ciclista, motociclista, motorista, passageiro.

Qualquer pessoa vítima de um acidente de trânsito envolvendo veículo, ou mesmo sua carga, e tiver sequelas ou gastos médicos – ou o beneficiário, em caso de morte da vítima – pode requerer a indenização do Seguro Obrigatório DPVAT. O prazo para solicitar a indenização é de até três anos, contados da data do acidente. As indenizações são pagas individualmente, não importa quantas vítimas o acidente tenha causado e também não dependem da apuração de culpados.

Cobertura

Indenizações DPVAT

O DPVAT cobre: morte, invalidez permanente (total ou parcial) e reembolso de despesas médicas e hospitalares comprovadas (DAMS). Mesmo que o veículo não esteja em dia com o DPVAT ou não possa ser identificado – como quando o motorista deixa o local ou não se sabe qual era o veículo –, as vítimas ou seus beneficiários têm direito à cobertura.

No entanto, no caso de proprietário de veículo que não tenha realizado o pagamento em dia do DPVAT, caso se envolva em um acidente de trânsito, não tem direito à cobertura desse seguro, e ainda poderá ser obrigado a ressarcir as indenizações que eventualmente forem pagas às vítimas. Também é importante lembrar que não são cobertos, pelo Seguro DPVAT os danos materiais, os acidentes ocorridos fora do território nacional ou as multas.

Veja aqui como solicitar a indenização do Seguro DPVAT e a lista de documentos necessários.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s