Misturar smartphone e direção aumenta 400% risco de acidentes

Mesmo sabendo do perigo, 84% dos motoristas admitem usar o aparelho enquanto estão dirigindo

celular e direção msg

Uma olhadinha, aparentemente inofensiva, no celular enquanto se está dirigindo é, na verdade, um grande risco. O motorista se desconcentra e acaba por reagir mais lentamente. Especialistas defendem que esse ato é tão perigoso quanto dirigir após ingerir bebidas alcoólicas.

Há cerca de quatro anos, já é maior o número de celulares que de pessoas, no Brasil. O uso desses aparelhos pode aumentar em até 400% o risco de um acidente com vítimas fatais. Isso porque, o tempo de reação do motorista cai 35%, em média. A chance de uma colisão aumenta em até 23 vezes enquanto se digita no celular e dirige ao mesmo tempo. Esse dados são de uma pesquisa da Universidade de Utah, nos Estados Unidos.

Segundo estudo da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT), 84% dos motoristas admitem usar o aparelho enquanto estão dirigindo, apesar de serem unânimes em concordar que o uso do celular aumenta as chances de acidentes. Se o motorista estiver dirigindo a 50 km por hora, por exemplo, e tirar os olhos da via por dois segundos, terá percorrido quase 28 metros sem ver nada. Esses segundos de distração podem ter consequências graves, já que, além de tirar a mão do volante, a pessoa transfere seu foco para aquela atividade, o raciocínio é desviado, e os elementos do trânsito ficam apenas em um segundo plano.

Man talking on the phone on his carA ONU estabeleceu, em 2011, a Década de Ação pela Segurança no Trânsito, desafiando os países a reduzir em até 50% o número de mortes no trânsito, em um prazo de 10 anos. Para isso, Governo Brasileiro lançou o Pacto Nacional pela Redução de Acidentes (Parada), que conta com uma série de ações de educação, capacitação, conscientização, sensibilização e promoção de mudanças de atitudes no trânsito, entre elas, uma campanha sobre o risco do uso de celular. (Veja, ao final do texto, o vídeo dessa campanha). O vídeo traz algumas situações que remetem ao risco de se realizar algo potencialmente perigoso prestando atenção no celular.

A recomendação, portanto, é sempre só pegar o smartphone após desligar o carro. Falar ao celular, mesmo que pelo viva-voz, é arriscado da mesma forma, já que, apesar das mãos continuarem no volante, a atenção está direcionada à conversa. Além de colocar a vida de condutor, outros motoristas, passageiros, ciclistas e pedestres em risco, se flagrado por um agente de trânsito falando ou mexendo no celular enquanto dirige, o motorista pode receber multa de R$ 85 e quatro pontos na carteira de habilitação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s