Andar sempre curtas distâncias com o carro estraga o motor

Rodar apenas poucos quilômetros por dia ou deixar o carro muito tempo parado na garagem pode danificar o motor

motor

Se o deslocamento é curto, vale a pena pensar em utilizar uma forma alternativa de locomoção e evitar tirar o carro da garagem apenas para percorrer algumas quadras. Isso porque, rodar pouco estraga o motor do carro. O os trajetos curtos prejudicam o motor porque não permitem que ele atinja a temperatura ideal de trabalho. Quando a gasolina não aquece totalmente, ela forma uma camada preta, uma incrustação que dificulta a refrigeração. Ou seja, motor que trabalha em temperatura mais baixa carboniza mais.

Essa prática pode resultar em desgaste prematuro de algumas peças e do próprio propulsor. A má aplicação do motor pode fazer com que ele trabalhe mais próximo do seu limite por um tempo maior, o que faz com que sua vida útil seja reduzida. Não é possível precisar um tempo exato que o motor deve rodar para se evitar desgastes. Mas, o aconselhável é rodar pelo menos cerca de dez quilômetros para evitar danos, especialmente nos dias frios de inverno, quando o motor, naturalmente, demora mais para aquecer.

Para “limpar” a carburação do motor, é recomendável abastecer com gasolina aditivada e usar produtos específicos para a limpeza do motor. Isso porque, o aditivo da gasolina ajuda a reduzir a carbonização e a limpar a tubulação e os bicos injetores. Levar o carro ao mecânico para uma limpeza profissional também é uma opção.

Deixar o carro parado por muito tempo também é prejudicial

carro póDeixar o carro parado na garagem pode parecer falta de problemas, mas, manter o veículo sem uso por meses, sem nem ser ligado de vez em quando, é prejudicial, porque muitas peças de borracha e polímeros tendem a se degradar. Aí, o que seria economia transforma-se em prejuízo.

Veículo parado por muito tempo pode ter mangueiras e vedações rompidas e, o vazamento de água ou óleo, pode danificar o motor. Combustível e lubrificante tem validade e também estragam. Se usados nessa condição, podem fazer o motor falhar.

Para minimizar os riscos de prejuízo, é importante ligar o carro com certa frequência e mantê-lo ligado por um bom tempo, para que aqueça corretamente (ligar por apenas poucos minutos pode até piorar a situação). Ao colocar o carro em funcionamento, é importante verificar se não há vazamento de algum tipo de fluído. O vazamento indica que pode já haver problemas, e um mecânico precisa ser procurado. Se não há vazamentos, é importante, ao ligar o motor, virar a chave sem ligar o motor, para que o lubrificante, que estará praticamente todo decantado no cárter, seja bombeado para todas as partes do motor antes da partida. E também não é recomendável acelerar muito, nem forçar o motor nessas condições.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s