Diferenças entre combustíveis vão além de preço e cor

Pagar mais na hora de encher o tanque pode significar economia posteriormente

Gasolina

A parada no posto de combustíveis deve ficar mais cara. O preço da gasolina deve subir R$ 0,22 e do diesel R$ 0,15.  De acordo com o ministro da Fazenda, Joaquim Levy, a alta se deve à elevação dos valores do Programa de Integração Social (PIS), da Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins) e da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre os combustíveis. Segundo o ministro, PIS e Cofins terão alta imediata, mas o aumento da Cide só terá validade daqui a 90 dias. A Petrobrás já sinalizou que vai repassar esse aumento.

Aí, é hora de decidir: que tipo de combustível vale mais a pena? Grande parte da frota nacional já é de veículos total flex. Se a dúvida é entre abastecer com gasolina comum ou etanol, a conta é simples: basta dividir o valor do litro do etanol pelo da gasolina. Se o resultado é menor que 0,7, é mais vantajoso economicamente abastecer com etanol. Caso contrário, é melhor optar pela gasolina.

Etanolxgasolinablog

Mas, há diferença entre as gasolinas, que não se restringem ao preço. Por isso, dependendo do tipo de cuidado e uso do carro, às vezes, pagar mais na bomba gera economia com manutenção ou no próprio consumo. Saiba a diferença entre os tipos de gasolina.

Comum, aditivada e premium

CombustívelSaber a diferença entre gasolina comum, aditivada e premium é importante para se obter rendimentos diferentes do motor. Toda gasolina vendida no Brasil tem 25% de etanol anidro, em todas as marcas.

A gasolina comum é o combustível bruto, que sai das refinarias. Sem nenhum aditivo. Por isso, sua fórmula não traz substâncias que atuam na proteção do motor. Os combustíveis comuns podem deixar resíduos da combustão nas válvulas de admissão do motor. Essa sujeira pode comprometer o funcionamento do veículo, e resultar em aumento de consumo de combustível. Por um período prolongado, pode até comprometer a mistura entre o ar e o combustível.

As gasolinas aditivadas contêm produtos químicos em sua composição que ajudam na limpeza do motor, por isso, recebem corantes para diferenciação visual em relação à gasolina comum (não há relação de cor com a qualidade do combustível). Cada marca tem sua fórmula própria, mas geralmente os aditivos são detergentes e dispersantes. O detergente desprende a sujeira acumulada, que é quebrada pelo dispersante, para ser eliminada pelo sistema de combustão. Entre os aditivos também encontram-se anticorrosivos e antioxidantes.

A gasolina premium tem em sua composição os compostos utilizados na aditivada, a diferença é a octanagem. Enquanto a comum e a aditivada têm 87 octanas (ou IAD – índice antidetonante), a premium tem 91 octanas.

Octanagem

gasolinaA octanagem é a capacidade que o combustível tem, na mistura com o ar, de resistir a altas temperaturas na câmara de combustão, sem sofrer detonação. A detonação também é conhecida como batida de pino e pode destruir o motor. Por isso, a maior octanagem permite que os motores operem em alta compressão. Quanto maior a octanagem, maior será a resistência à detonação. Isso resulta em melhor eficiência.

No entanto, a octanagem tem efeito significativo apenas nos carros de alta compressão, ou seja, nos mais potentes, como os esportivos de luxo. Nos demais veículos, o efeito da gasolina premium é imperceptível. O manual de cada veículo especifica o tipo de gasolina que possui a octanagem mínima necessária ao bom funcionamento do motor, sem a ocorrência danosa da detonação.

Aditivo complementar não transforma gasolina comum em aditivada

Acrescentar aditivos vendidos separadamente à gasolina comum não a torna necessariamente uma gasolina aditivada. Isso porque, na aditivada as substâncias são aplicadas na formulação do combustível, a partir de estudos e pesquisas, que apontam a proporção ideal. Já os aditivos complementares, que são vendidos em frascos separados, geralmente são colocados diretamente no tanque, sem um controle preciso da proporção entre aditivo e combustível.

bomba_combustivelAlém disso, acrescentar aditivo complementar à gasolina aditivada pode até mesmo alterar ou anular os benefícios dos componentes. Uma incompatibilidade entre os aditivos pode, ao invés de limpar internamente o motor, promover um aumento de depósitos nas válvulas e bicos injetores. Manter os componentes internos do motor limpos, garante que a mistura de ar e combustível seja perfeita, e evita um aumento de consumo a médio prazo.

Veículos que sempre são abastecidos com combustível comum podem passar a utilizar aos poucos o aditivado para limpar o motor. O indicado é inicialmente abastecer com metade de de cada um, e a cada reabastecimento aumentar o percentual de aditivada, até chegar aos 100%.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s